DICTUM

A-m

  • A mula velha, cabeçadas novas.
  • A mula vieja cabezadas nuevas.
  • A mula vieja, alíviale la reja.
  • A mula vieja, cabeza nueva.
  • A mula vieja, cabezadas nuevas.
  • A mula, com afago; o cavalo, com castigo.
  • A mule and a woman do what is expected of them.
  • A mule does not recognize his mother.
  • A mulher andeira diz de todos, e todos dizem dela.
  • A mulher andeja diz de todos, e todos dela.
  • A mulher andeja diz de todos, e todos dizem dela.
  • A mulher boa é prata que muito soa.
  • A mulher boa é prata que soa.
  • A mulher boa, prata é que muito soa.
  • A mulher bonita traz ao marido muitos cuidados.
  • A mulher brava, corda larga.
  • A mulher brava, soga larga.
  • A mulher calada é sempre melhor do que a que fala.
  • A mulher casada e amigada, laço corredio em corda ensebada.
  • A mulher casada no monte é alojada.
  • A mulher casada, o marido lhe basta.
  • A mulher casta, Deus lhe basta.
  • A mulher casta, obedecendo ao marido, governa-o.
  • A mulher cheira bem quando a nada cheira.
  • A mulher cheira bem quando não tem cheiro.
  • A mulher chora antes do casamento, o homem, depois.
  • A mulher chora por dor e canta por manha.
  • A mulher dá uma faca curta, a ti uma mais comprida.
  • A mulher dada contra sua vontade em casamento a um homem se torna sua inimiga.
  • A mulher de boa vida não teme o homem de má língua.
  • A mulher de bom recado enche a casa até o telhado.
  • A mulher de bondade, outrem fale e ela cale.
  • A mulher de César está acima de qualquer suspeita.
  • A mulher de César não convêm suspeitas.
  • A mulher de César não pode ser sequer suspeitada.
  • A mulher de mercador que fia, escrivão que pergunta pelo dia e oficial que vai à caça, não há mercê que lhe Deus faça.
  • A mulher diligente é a coroa do seu marido.
  • A mulher do cego para quem se enfeita?
  • A mulher e a cachorra, a que mais cala, é a mais boa.
  • A mulher e a cachorra, a que mais cala, é a melhor.
  • A mulher e a cachorra, a que mais cala, mais zorra.
  • A mulher é a causa dos males.
  • A mulher e a cereja, para seu mal se enfeita.
  • A mulher e a colher só não faz o que não quer.
  • A mulher é a confusão do homem.
  • A mulher e a galinha não se deixa passear.
  • A mulher e a galinha não se deixa passear: a galinha o bicho come, a mulher dá que falar.
  • A mulher e a galinha são bichos interesseiros: a galinha pelo milho e a mulher pelo dinheiro.
  • A mulher e a galinha, até a casa da vizinha.
  • A mulher e a galinha, com o sol recolhida.
  • A mulher e a galinha, por andar, se perde asinha.
  • A mulher e a galinha, só até a casa da vizinha.
  • A mulher e à galinha, torce-lhe o colo, se a queres fazer boa.
  • A mulher e à galinha, torcer-lhe o pescoço se a quiseres fazer boa.
  • A mulher e à galinha, torcer-lhe o pescoço, para a fazer boa.
  • A mulher e a loba, no escolher.
  • A mulher é a mais bela criação da natureza, mas é também a mais perigosa.
  • A mulher e a meloa - só a calada é que é boa.
  • A mulher e a mula, o pau as cura.
  • A mulher e a ovelha, com o sol à cortelha.
  • A mulher e a pega falam o que dizem na praça.
  • A mulher e a pega, a que cala é boa.
  • A mulher e à pera, a que cata é a boa.
  • A mulher e a sardinha, a pequenina.
  • A mulher e a sardinha, a pequenininha.
  • A mulher e a sardinha, nem da maior nem da mais pequenina.
  • A mulher e a sardinha, quanto maior, mais daninha.
  • A mulher e a seda, de noite à candeia.
  • A mulher e a vaca busca atrás da casa.
  • A mulher e à vinha, o homem dá alegria.
  • A mulher e a vinha, o homem lhe dá alegria.
  • A mulher é coisa sempre inconstante e sempre mutável.
  • A mulher é loba no escolher.
  • A mulher é mais volúvel do que os ventos.
  • A mulher e o cão de caça, procurai-os pela raça.
  • A mulher e o cristal, se se quebram uma vez, não se podem mais soldar.
  • A mulher é o cura do lar doméstico.
  • A mulher e o dinheiro dos outros é sempre melhor.
  • A mulher e o melão, o calado é o melhor.
  • A mulher e o pedrado quer-se pisado.
  • A mulher e o peixe no mar são difíceis de agarrar.
  • A mulher é o princípio e o fim da sua família.
  • A mulher é o que é por causa do útero.
  • A mulher e o rapaz são pouco amigos da paz.
  • A mulher e o reino não se podem bem partir.
  • A mulher e o vidro estão sempre em perigo.
  • A mulher e o vinho enganam o mais fino.
  • A mulher e o vinho fazem errar o caminho.
  • A mulher e o vinho tiram o homem de seu juízo.
  • A mulher é sempre instável e mutante.
  • A mulher é um animal de cabelos longos e idéias curtas.
  • A mulher é um cata-vento: vai ao vento que soprar.
  • A mulher é um doce mal!
  • A mulher é um ente de cabelos compridos e idéias curtas.
  • A mulher é um mal necessário.
  • A mulher é um mal, mas um mal necessário.
  • A mulher é ventarola: ou nos dá bom vento, ou nos põe a viola.
  • A mulher está novamente com a garrafa.
  • A mulher formosa e insensata é como um anel de ouro na tromba de uma porca.
  • A mulher formosa tira o nome a seu marido.
  • <<< 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 >>>

    alphabetical
    A-a A-b A-c A-d A-e A-f A-g A-h A-i
    A-j A-k A-l A-m A-n A-o A-p A-q
    A-r A-s A-t A-u A-v A-w A-y A-z
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Aj Ak Al Am
    An Ao Ap Aq Ar As At Au Av Aw Ax Ay Az
    Ba Be

    keywords
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Ak Al Am An Aq Ap Ar As At Au Av Aw Ax Az
    Ba Be

    DICTUM operone