DICTUM

A-v

  • A velhice deve ser mais temida do que a morte.
  • A velhice do leão pode mais do que a juventude das mulas.
  • A velhice dos leões pode mais do que a juventude das mulas.
  • A velhice é como uma segunda infância.
  • A velhice é digna, se não depende de ninguém.
  • A velhice é mal desejada.
  • A velhice é naturalmente mais loquaz.
  • A velhice e o tempo ensinam tudo.
  • A velhice é penosa.
  • A velhice é segunda meninice.
  • A velhice é um pesado fardo.
  • A velhice é um pesado ônus.
  • A velhice é uma carga mais pesada que o monte Etna.
  • A velhice é uma carga pesada para os seres humanos.
  • A velhice é uma coroa de dignidade que se encontra no caminho da justiça.
  • A velhice é uma doença incurável.
  • A velhice é uma doença.
  • A velhice é uma eterna doença.
  • A velhice é uma grande doença.
  • A velhice é uma idade ruim, é portanto um mau negócio.
  • A velhice é uma mercadoria ruim.
  • A velhice é uma mutilação completa: ela tem tudo, mas tem falta de tudo.
  • A velhice é uma segunda meninice.
  • A velhice é uma verdadeira doença.
  • A velhice faz o homem prudente.
  • A velhice imprime mais rugas no espírito que no rosto.
  • A velhice me faz mais amargo.
  • A velhice mesma é uma doença.
  • A velhice não está nos anos.
  • A velhice não nos traz somente os males de que queremos fugir; a experiência nos chega nos anos tardios.
  • A velhice não presta, mas todos a querem.
  • A velhice não tem cura.
  • A velhice não vem só.
  • A velhice nunca vem só.
  • A velhice sempre foi venerada em nossa cidade.
  • A velhice vem até para quem aprende muito.
  • A velho recém-casado, rezar-lhe por finado.
  • A velocidade do tempo é infinita, e mais visível aos que olham para trás.
  • A velocidade que emociona é a mesma que mata.
  • A veloz roda da fortuna sempre alterna a adversidade à felicidade.
  • A vén aszony dérdur.
  • A vén aszonynak is van ugy hogy szeszenik.
  • A vén ketske is meg nyalja a sót.
  • A vendimia mojada, la cuba presto aliviada.
  • A veneranda ciência não se encontra em leito macio, mas se adquire com trabalho constante.
  • A Venezia chi vi nasce mal si pasce, chi ci viene ci sta bene.
  • A venimeux et à félon doit-on faire si mal non.
  • A venir in giù, ogni cosa aiuta.
    fr] A dégringoler, tout vous pousse.
  • A venir in giù, ogni cosa ajuta.
  • A ventre farto o mel amarga.
  • A ventre in giù ogni cosa aiuta.
    fr] Tout est bon à prendre pour un ventre affamé.
  • A ventre pieno ogni cibo è (o. sembra) amaro.
  • A ventre pieno ogni cibo sembra amaro.
  • A ventre soûl, cerises amères.
  • A ventre soûl, cerises sont amères.
  • A ventu bonu, ugni marinaru hè bonu.
  • A ventu in puppa, gira lu mare ancu una zucca.
  • A ventura maior é a que menos dura.
  • A ventura não vence o merecimento entre sabedores.
  • A ventura pouco dura.
  • A ventura que se realiza deixa de o ser.
  • A ventura, não a tem quem não a busca.
  • A ventura.
  • A ver de cual cuero salen más correas.
  • A ver el rabo a la huéspeda.
  • A ver si como roncas duermes.
  • A ver si se va a creer el agua que no hay vino.
  • A ver si se va a creer el vino que no hay agua.
  • A ver si voy a echar el trillo por las piedras.
  • A ver vamos!/vamos a ver!
  • A vera amicizia hè sola in a virtù.
  • A vera/às veras desusado.
  • A verbal contract isn't worth the paper it's written on.
  • A verbis ad verbera.
    de] Von Worten zu Schlägen.
    es] De las palabras a los azotes.
  • A verbis legis non (est) recedendum.
    de] Vom Wortlaut des Gesetzes darf man nicht abweichen.
    en] From the words of the law there is no departure.
  • A verdade amarga, e a mentira é doce.
  • A verdade amarga.
  • A verdade anda na herdade.
  • A verdade aparece à luz, mesmo quando não é procurada.
  • A verdade bem se vê.
  • A verdade brilha mais que o sol.
  • A verdade brilha.
  • A verdade com o tempo se descobre.
  • A verdade combatida brilha mais.
  • A verdade convém linguagem simples, e ela não precisa de muitos nem variados rodeios.
  • A verdade convém linguagem simples.
  • A verdade convence ensinando, não ensina convencendo.
  • A verdade da boca do mau deve tomar-se com salva.
  • A verdade da boca do mau deve-se tomar com salva.
  • A verdade da coisa não se muda pelo nosso afirmar ou negar.
  • A verdade dá estima, e a mentira, privança.
  • A verdade deve ser amada e seguida acima de tudo.
  • A verdade dispensa enfeites.
  • A verdade do Senhor permanece eternamente.
  • A verdade dói.
  • A verdade dura para sempre.
  • A verdade é amarga.
  • A verdade é apanhar.
  • A verdade e as rosas têm espinhos.
  • A verdade é clara, (e) a mentira sombra.
  • <<< 1 2 3 4 5 6 7 8 >>>

    alphabetical
    A-a A-b A-c A-d A-e A-f A-g A-h A-i
    A-j A-k A-l A-m A-n A-o A-p A-q
    A-r A-s A-t A-u A-v A-w A-y A-z
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Aj Ak Al Am
    An Ao Ap Aq Ar As At Au Av Aw Ax Ay Az
    Ba Be

    keywords
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Ak Al Am An Aq Ap Ar As At Au Av Aw Ax Az
    Ba Be

    DICTUM operone