DICTUM

A-v

  • A vida humana é bem pouca coisa, mas é coisa grande desprezar a própria vida.
  • A vida humana é como o ferro: se a usas, ela se gasta, mas, se não a usas, a ferrugem a destrói.
  • A vida humana está sujeita a muitas injustiças da sorte.
  • A vida humana, sem religião, é viagem sem roteiro, é navegação sem bússola.
  • A vida infeliz com a bem afortunada o sono iguala.
  • A vida inteira de aprendizagem não basta a um homem enamorado para aprender de quantos modos se desgraçará.
  • A vida inteira é cheia de amarguras.
  • A vida inteira é preciso aprender a viver.
  • A vida irá te mostrar aquilo que tu não sabes.
  • A vida logo acaba, mas a fama sempre dura.
  • A vida mal passada faz a velhice pesada.
  • A vida melhor do mundo é a dos outros.
  • A vida não deu aos mortais nada sem grande esforço.
  • A vida não deve ser comprada a qualquer preço.
  • A vida não é dada a ninguém como propriedade, mas a todos como usufruto.
  • A vida não é estar vivo, mas gozar de saúde.
  • A vida não é só prazer.
  • A vida não é um dom, é um empréstimo.
  • A vida não é viver, mas gozar de saúde.
  • A vida não se torna mais feliz, se é mais longa.
  • A vida não tem nada mais útil do que a saúde.
  • A vida nem é um bem, nem um mal; é simplesmente o lugar onde existe o bem e o mal.
  • A vida no campo ensina a economia, a diligência, a justiça.
  • A vida nossa está nas mãos de Deus.
  • A vida o muerte.
  • A vida passa apressadamente em uma rápida carreira.
  • A vida passa sob o arbítrio de outrem.
  • A vida passada faz a velhice pesada.
  • A vida pregressa.
  • A vida privada.
  • A vida que nos foi dada deve ser usufruída.
  • A vida que nos foi dada pela natureza é breve, mas a lembrança de uma vida bem vivida é eterna.
  • A vida que recebemos não é curta, mas nós a fazemos curta.
  • A vida regrada, vida prolongada.
  • A vida são dois dias.
  • A vida se divide em três tempos: o que é, o que foi e o que será.
  • A vida se perde, mas a glória da morte não morre.
  • A vida se realiza, não de acordo com a sorte, mas com a providência divina.
  • A vida se transforma, não nos é tirada.
  • A vida sem ciência é tanque sem água.
  • A vida sem nuvens é agradável.
  • A vida sem objetivo é enervante e indecisa.
  • A vida só é boa com vinho, mulher e música.
  • A vida tem altos e baixos.
  • A vida tem uma porta só; a morte tem cem.
  • A vida toda devemos aprender a morrer.
  • A vida toda não passa de uma viagem em direção à morte.
  • A vida, quanto mais cresce, mais diminui; quanto mais avança, mais se aproxima da morte.
  • A vida, se souberes usá-la, é longa.
  • A vidani ancu i cechi.
  • A vide.
  • A vidini ancu i cechi.
  • A vieil compte, nouvelle taille.
  • A vieil homme on baille jeune femme.
  • A vieil homme, nouvelle peine et somme.
  • A vieil péché, nouvelle pénitence.
  • A vieille maison, porte neuve.
  • A vieille marmite, longue durée.
  • A vieille mule, frein doré.
  • A viejo has de llegar, o el diablo te ha de llevar.
  • A viejo llega uno con secretos.
  • A viejo llega uno, con salud o con enfermedades.
  • A vieux chat, jeune souris.
  • A vieux cheval ne faut pâturage.
  • A vieux cheval, collier neuf.
  • A vieux comptes, nouvelles disputes.
  • A vieux péché honte toujours nouvelle.
  • A vighjila di tutti i santi, dighjunu è astinenza.
  • A vigilância é o preço da liberdade.
  • A vigna è na tigna.
  • A vilain, vilain et demi.
  • A vilaine chatte, jolis petits chats.
  • A village with trees does not get flooded.
  • A villain, even though he cannot do a hurt, yet thinks of it.
  • A villan, che mai si sacia, non gli far torto, ni grazia.
  • A villano, con la vara de avellano.
  • A viña floja, en noviembre la poda.
  • A viña vieja, amo nuevo.
  • A vinculo matrimonii.
    es] Según el vínculo matrimonial.
  • A vindetta, à chì la fà, l'aspetta.
  • A vinegar seller with a smiling face earns more money than a money seller with a sour face.
  • A vineyard needs hoeing, and a field plowing.
  • A vingança abranda(rá) a dor.
  • A vingança demora, mas é violenta.
  • A vingança do sábio desatendido ou maltratado é o silêncio.
  • A vingança é doce, mas seus frutos são amargos.
  • A vingança é doce.
  • A vingança é minha.
  • A vingança é o prazer do espírito fraco e pequenino.
  • A vingança é o prazer dos deuses.
  • A vingança é o reconhecimento da ofensa.
  • A vingança é prato que se come frio.
  • A vingança é sempre o prazer de uma alma pequenina, vil e fraca.
  • A vingança é um bem mais agradável do que a própria vida.
  • A vingança é um prato que se come frio.
  • A vingança geralmente atinge dois objetivos: ou traz consolo a quem sofreu a injúria, ou lhe traz segurança para o futuro.
  • A vingança plantada no coração é mais perniciosa que uma víbora.
  • A vingança se come fria.
  • A vingança sempre tarda, e é má de tomar de quem se guarda.
  • A vingança, como um leão, espreitará o ímpio.
  • <<< 1 2 3 4 5 6 7 8 >>>

    alphabetical
    A-a A-b A-c A-d A-e A-f A-g A-h A-i
    A-j A-k A-l A-m A-n A-o A-p A-q
    A-r A-s A-t A-u A-v A-w A-y A-z
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Aj Ak Al Am
    An Ao Ap Aq Ar As At Au Av Aw Ax Ay Az
    Ba Be

    keywords
    Aa Ab Ac Ad Ae Af Ag Ah Ai Ak Al Am An Aq Ap Ar As At Au Av Aw Ax Az
    Ba Be

    DICTUM operone