DICTUM

Sprichwort, adage, proverb, saw, saying, byword, proverbe, proverbio, refrán, frase proverbial, ditado, provérbio, przysłowie, Redensart, colloqualism, idiom, expression, phrase, tournure, poncif, dicton, expresión, frase hecha, locución, frase fatta, modo di dire, expressão idiomática, powiedzenie, powiedzonko, Zitat, quotation, citation, excerpt, quote, cita, citazione, detto, sentenza, passo, citação, Sentenz, sententia, proverbium, adagio, adagium, locutio, dictum, Spruch, carmen, elogium, pronuntatio, Redensart, phrase, collocation, locution

  • A ambição e a disputa dos cargos é vergonhosa.
  • A ambição é a mãe de toda improbidade.
  • A ambição é a raiz de todos os males.
  • A ambição é o fundamento de todos os vícios.
  • A ambição é uma doença que só encontra remédio sob alguns palmos de terra.
  • A ambição enche a cabeça e cerra a razão.
    var] A ambição enche a cabeça e cerra o coração.
  • A ambição enche a cabeça e cerra o coração.
  • A ambição guardará melhor a vida que o medo.
  • A ambição não ouve a razão alheia.
  • A ambição tem este defeito: não olha atrás de si.
  • A ambição tortura e tritura os homens.
  • A amiga e o amigo mais aquentam que bom lenho.
  • A amigo naõ encubras teu segredo, que darás causa a perdelo (o. perdê-lo).
  • A amizade das pessoas indignas não pode ser obtida senão por meios indignos.
  • A amizade de um único homem ajuizado é melhor que a de todos os imprudentes.
  • A amizade deve achar a igualdade, ou estabelecê-la.
  • A amizade está ao ganho como a mulher do mundo.
  • A amizade finda onde a desconfiança começa.
  • A amizade fundada na cobiça é onzena.
  • A amizade mais agradável é a que a semelhança de caracteres uniu.
  • A amizade mais se há de mostrar na adversidade.
  • A amizade nada mais é que a afinidade de todas as coisas divinas e humanas.
  • A amizade torna mais agradável a felicidade, e, partilhando a adversidade, torna-a mais leve.
  • A amizade vale mais do que o parentesco, porque do parentesco se pode retirar a afeição, da amizade não se pode.
  • A amo ruin, mozo malsín.
  • A amor mal correspondido, aumenta el olvido.
    var] A amor mal correspondido, ausencia y olvido.
  • A amor y fortuna, resistencia ninguna.
  • A amos deudores, criados hurtadores.
  • A anarquia tem por castigo e por corretivo a tirania.
  • A anda niño poco usado.
  • A andorinha anuncia o verão.
  • A andorinha é a anunciadora do verão.
  • A animal preguiçoso convém cocheiro impetuoso.
  • A animal que no conozcas, no le tientes las orejas.
  • A animu soiu è spinu di rustaghja.
  • A anistia.
  • A año tuerto, el huerto.
  • A año tuerto, labrar un huerto.
  • A antiga.
  • A antigüidade deve ser sempre venerada por nós, se tivermos juízo.
  • A aparência do mal.
  • A apressada pergunta, vagarosa resposta.
  • A aranha vive do que tece.
  • A aranha, da boa flor, faz (má) peçonha.
  • A araruta tem seu dia de mingau.
  • A árbol caído, todo son piedras.
  • A areia é agradável, mas não nos olhos.
  • A arma do boi é o desgosto do homem.
  • A arma e o alguidar não se hão de emprestar.
  • A armadilha apanhou o rato.
  • A armes égales.
  • A arrogância é suavizada pela doçura.
  • A arte consiste em ocultar a arte.
  • A arte de enganar.
  • A arte de saber descer até os mais pequenos é o mais seguro meio para se igualar com os grandes.
  • A arte do timoneiro, como tem por objetivo o bem navegar, é valorizada por sua utilidade, não pela beleza.
  • A arte é duradoura, a vida é breve.
  • A arte é longa, a vida é breve.
  • A arte é ocultar a arte.
  • A arte imita a natureza.
  • A arvelinha mata o milhafre.
  • A árvore cai para onde vergam os galhos.
  • A árvore caída todos vão buscar lenha.
  • À árvore caída todos vão buscar lenha.
  • A árvore da ciência do bem e do mal.
  • A árvore da vida.
  • A árvore má cria raízes mais profundas.
  • A árvore se conhece pelos frutos.
    var] A árvore se conhece por seus frutos.
  • A asa da Morte.
  • A ascensão às mais altas honras.
  • A asneira é livre!
  • A asno lerdo, arriero loco.
    var] A asno lerdo, modorro arriero.
  • A asno modorro, arriero loco.
  • A asno que quiere imitar al mulo, se le ve el culo.
  • A asno tonto, arriero loco.
    var] A asno tonto, arriero modorro.
  • A assembléia dos chefes.
  • A assombração sabe para quem aparece.
  • A assustadora Necessidade.
  • A astúcia de uma pequena mulher muitas vezes vence um homem malvado.
  • A astúcia não deve favorecer a um e prejudicar a outro.
  • A astúcia supera em muito a força.
  • A atividade duplica a força.
  • A atividade é a mãe da prosperidade.
  • A atividade faz mais fortuna que a prudência.
  • A atividade sem juízo é mais ruinosa que a preguiça.
  • A attendre que l'herbe pousse, le boeuf meurt de faim.
    en] While the grass grows, the steer starves.
  • A aucun prix.
  • A audácia é repelida pela coragem.
  • Á auga de correr e ós cans de ladrar, non llo podes privar.
  • A auga para os peixes, para os homes, viño a feixes.
  • A auga todo o lava, agás a mala fada.
  • A aurora é amiga das musas.
  • A aurora traz de volta o trabalho.
  • A ausência daquele que se ausenta por causa do país não pode ser danosa nem a ele, nem a outros.
  • A autoridade competente.
  • A autoridade da verdade não carece do auxílio de palavras.
  • A autoridade dos que ensinam na maioria das vezes prejudica aqueles que querem aprender.
  • A autoridade sem temor nasce da verdadeira humildade.
  • A avareza deslumbra a glória.
  • A avareza é a maior pobreza.
  • A avareza é a suma pobreza.
  • A avareza é madrasta de si mesma.
  • A avareza é suma pobreza.
  • A avareza é, pois, uma estimação excessiva do dinheiro.
  • A ave de bico encurvado, guarda-te dela como do diabo.
  • A ave de paso, cañazo.
  • A aveia quer ver o lavrador voltar para casa.
  • A aventura.
  • A ayer, lo conocí, pero a mañana nunca lo vi.
  • A azeitona e a fortuna, às vezes muita e às vezes nenhuma.
    var] A azeitona e a fortuna, umas vezes muita, outras nenhuma.
  • A azeitona é como as formigas: às vezes muita e outras nenhuma.
  • A B ist schon genug.
    Die Heyde plappern vil: wer Geistlich weiß zubetten /
    Der kan mit A und B getrost für Gott hintretten.
    Angelus Silesius, Cherubinischer Wandersmann, Andertes Buch, Geistreicher Sinn- und Schluß-Reimen, 77
  • A Baar Blogete.
  • A babbu corciu, figliolu paladinu.
  • A baby is born with a need to be loved and never outgrows it.
    Frank A Clark
  • A Baccano, non si farebbono.
  • A bacia et acu exponere.
    it] Mostrare per filo e per segno.
  • A baculo ad angulum.
  • A bad (or lean/meagre) compromise is better than a good (or fat) lawsuit.
  • A bad agreement is better than a good lawsuit.
  • A bad beginning makes a bad ending.
  • A bad beginning may make a good ending.
  • A bad bird, a bad egg.
  • A bad broom leaves a dirty room.
  • A bad bush is better than the open field.
    fr] Un méchant buisson abrite mieux que rase campagne.
  • A bad business.
  • A bad cause requires many words.
  • A bad compromise is better than a good lawsuit.
    var] A bad compromise is better than a successful suit.
  • A bad compromise is better than a successful suit.
  • A bad corn promise is better than a good lawsuit.
  • A bad day never hath a good nigth.
  • A bad dog never sees the wolf.
  • A bad egg.
  • A bad ending for a bad beginning.
  • A bad excuse is better than none.
  • A bad hair day.
  • A bad heart and a good stomach.
  • A bad horse eats as much as a good one.
  • A bad Jack may have as bad a Jill.
  • A bad knife cuts one's finger instead of the stick.
  • A bad labour, and a daughter after all.
  • A bad lot/egg/hat.
  • A bad man's gift is like his master.
  • A bad mother wishes for good children.
  • A bad padlock invites a picklock.
  • A bad peace is better than a good quarrel.
  • A bad peace is better than a good war.
  • A bad penny always comes back.
    var] A bad penny always turns up (again).
  • A bad penny always turns up.
  • A bad reaper blames the sickle.
  • A bad rumour flies on wings.
  • A bad settlement is better than a good lawsuit.
  • A bad shearer never has a good sickle.
  • A bad shift is better than none.
  • A bad thing never dies.
  • A bad tree does not yield good apples.
  • A bad wife wishes her husband's heel turned homewards, and not his toe.
  • A bad workman (always) blames his tools.
    var] A bad workman never finds a good tool.
    var] A bad workman quarrels with his tools.
  • A bad workman blames his tools.
  • A bad workman quarrels with his tools.
  • A bad wound may be cured, bad repute kills.
  • A bad/good break.
  • A bad/light/etc. go of ...
  • A bádchen macht di ganze schtub frejlech, un alejn hot er in der hejm zóress.
  • A bag of bones.
  • A bag/bundle of nerves.
  • A bague d'amie, l'amant paist sa vie.
    var] A bague d'amy, l'amant orgueilist.
  • A bague d'amy, l'amant orgueilist.
  • A Bahia é boa terra, ela lá e eu aqui.
  • A baigorri la vaisselle est de terre, quand j'avais un fiancé par là, elle était d'or.
    var] A baigorry la vaisselle est de terre, lorsqu'on parlait de m'y marier elle était toute d'or.
  • A baigorry la vaisselle est de terre, lorsqu'on parlait de m'y marier elle était toute d'or.
  • A baited cat may grow as fierce as a lion.
  • A baixel sem esperança Deus depara o porto.
  • A baixeza é uma medalha cujo reverso é a insolência.
  • A bajulação arruína os reis e generais mais do que o inimigo.
  • A bajulação é inimiga da amizade.
  • A baker's dozen.
    François Rabelais, Works, Book V, Chapter XXII
  • A baker's wife may bite of a bun,
    a brewer's wife may drink of a tun,
    a fishmonger's wife may feed of a conger,
    but a serving-man's wife may starve for hunger.
  • A bal-melóche schtarbt nit far hunger.
  • A balança justa preserva a justiça.
  • A balança, quando trabalha, não conhece ouro nem chumbo.
  • A balas de prata e bombas de ouro, rendeu a praça ao mouro.
  • A balazos de plata y bombas de oro, rindió la plaza el moro.
  • A bald faced liar.
  • A bald head is soon shaven.
  • A bald-faced liar.
  • A balda.
  • A Baldo, Bartolo.
  • A bambão.
  • A Banbury story of a cock and bull. Grose.
  • A band of gypsies.
  • A band of renegades.
  • A banderas desplegadas.
  • A bank is a place that will lend you money if you can prove that you don't need it.
    Bob Hope
  • A banker is a fellow who lends you his umbrella when the sun is shining, but wants it back the minute it begins to rain.
    Mark Twain
  • A baptême et mariage ne vas pas si tu n'es pas invité.
  • A baptised Jew is a circumcised Christian.
  • A barba cã se entrega a moça louçã.
  • A barba de necio aprenden todos á rapar.
  • A barba di folle, il rasoio è molle.
  • 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281

    B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
  • operone