DICTUM

Sprichwort, adage, proverb, saw, saying, byword, proverbe, proverbio, refrán, frase proverbial, ditado, provérbio, przysłowie, Redensart, colloqualism, idiom, expression, phrase, tournure, poncif, dicton, expresión, frase hecha, locución, frase fatta, modo di dire, expressão idiomática, powiedzenie, powiedzonko, Zitat, quotation, citation, excerpt, quote, cita, citazione, detto, sentenza, passo, citação, Sentenz, sententia, proverbium, adagio, adagium, locutio, dictum, Spruch, carmen, elogium, pronuntatio, Redensart, phrase, collocation, locution

  • A queima-roupa.
  • A queixada do maldito trouxe todos os males para o mundo por meio de uma maçã; a causa de tão grande mal foi exclusivamente a mulher.
  • A quel che' è fatto non v' è piu rimedio.
  • A quel effet?
  • À quelqu'un qui dit: «J'ai un corps», on peut demander: «Qui parle ici avec cette bouche?»
    Ludwig Wittgenstein, De la certitude [1958], Paris, Gallimard, 1976, §244.
  • A quelque bien, duit fange et fien.
  • À quelque chose malheur est bon.
  • A quelque chose malheur est bon.
    var] A quelque chose, est malheur bon.
    var] A quelque chose, malheureté bonne.
    de] Kein Unglück so groß, es hat ein Glück im Schoß.
    it] Non tutto il male viene per nuocere.
    pt] Há males que vêm para o bem.
  • A quem a desgraça esteve perto, às vezes o alcança.
  • A quem a fortuna deseja destruir, ela o torna louco.
  • A quem a fortuna pintou negro, nenhum tempo o pode fazer alvo.
  • A quem a mentirosa calúnia assusta, senão ao corrupto
  • A quem a prosperidade fez amigo, a adversidade fará inimigo.
  • A quem a razão não convence, a esse nem o bastão convencerá.
  • A quem aborrecem maldades, fuja dos homens.
  • A quem agrada o elogio falso e atemoriza a calúnia senão ao corrupto e ao mentiroso
  • A quem as taças cheias não fizeram eloqüente Quando o vinho desce, as palavras sobem.
  • A quem bem me mantém, chamo pai e mãe.
  • A quem bem nega, nunca se lhe prova.
  • A quem bem se estréia, bem lhe venha.
  • A quem casa, a bolsa lhe fica rasa.
  • A quem casar com velha rica, ruim cama e boa mesa.
  • A quem confiaste segredo, fizeste-o senhor de ti.
  • A quem coze e amassa, não furtes a fogaça (o. massa).
  • A quem dá o capão, dá-lhe a perna.
  • A quem dão barretadas e mercês, querem maior mal.
  • A quem dão que escolher, dão-lhe que entender.
  • A quem dão, não escolha.
    var] A quem dão, não escolhe.
    var] A quem dão, não escornam.
  • A quem descobriste a cilada, desse te guarda.
  • A quem deseja morrer, a morte nunca pode faltar.
  • A quem Deus quer ajudar, o vento lhe apanha a lenha.
  • A quem Deus ajuda, ninguém pode atrapalhar.
  • A quem Deus ajuda, o vento lhe ajunta a palha.
  • A quem Deus ajuda, o vento lhe junta a lenha.
  • A quem Deus bem quer, dá-lhe fartura, não lhe dá mulher.
  • A quem Deus der, São Pedro lha benza.
    var] A quem Deus deu, São Pedro que o benza.
  • A quem Deus não açoita, é sinal que não o perfilha.
  • A quem Deus não dá filhos, o diabo dá cadilhos.
    var] A quem Deus não dá filhos, o diabo dá sobrinhos.
    var] A quem Deus não deu filhos, deu o diabo sobrinhos.
  • A quem Deus promete vintém, não dá dez réis.
  • A quem Deus promete, não falta.
  • A quem Deus quer ajudar, o vento lhe apanha lenha.
  • A quem Deus quer ajudar/bem, o vento lhe apanha (a) lenha.
  • A quem Deus quer bem, a casa lhe sabe.
    var] A quem Deus quer bem, ao/no rosto lhe vem.
  • A quem Deus quer bem, o vento lhe apanha a lenha.
  • A quem Deus quer dar vida, água da fonte (lhe) é mezinha.
  • A quem Deus quer, (de) outrem não há mister.
  • A quem Deus quis bem, ao rosto lhe vem.
  • A quem disseste o teu segredo, fizeste(-o) senhor de ti.
  • A quem dizes o teu segredo, a ele ficarás sujeito.
  • A quem dizes teu segredo, fazes senhor de ti.
  • A quem dizes tua puridade, dás(-lhe) tua liberdade.
  • A quem do seu foi mau despenseiro, não confies teu dinheiro.
  • A quem dói a cabeça, dói todo o corpo.
  • A quem dói o dente, dói/vai a dentuça.
    var] A quem dói o dente, que vá ao dentista.
    var] A quem dói o dente, vai à casa do barbeiro.
  • A quem dói o dente, que vá ao dentista.
  • A quem dói o queixal, é que sabe do seu mal.
  • A quem dorme descansado, dorme-lhe o cuidado.
  • A quem dorme, não acode a justiça.
  • A quem é bruto, prende-se curto.
  • A quem é de morte, a água lhe é forte.
  • A quem é de vida, a água é medicina.
  • A quem é fiel a recompensa é certa.
  • A quem é permitido o muito, convém seja permitido o mínimo.
  • A quem é reconhecido, dá-se mais que o pedido.
  • A quem é rico sobejam parentes.
  • A quem é rico, não lhe faltam parentes.
    var] A quem é rico, sobejam parentes.
  • A quem errares, não creias.
  • A quem está em dúvida, a sorte lhe fornece a solução que a razão não lhe pode dar.
  • A quem está são, a água é cura.
  • A quem estava em dúvida, a sorte forneceu a solução que a razão não lhe pôde dar.
  • A quem faz casa ou se casa, a bolsa lhe fica rasa.
  • A quem faz erro e, podendo, mais não faz, por bom o terás.
  • A quem faz um erro e, podendo, mais não faz, por bom o terás.
  • A quem foi do seu mau despenseiro, não fies teu dinheiro.
  • A quem hás de dar de cear, não te doa dar de merendar.
  • A quem hás de rogar, não deves anojar.
    var] A quem hás de rogar, não deves assanhar.
    var] A quem hás de rogar, não hás de agravar.
    var] A quem hás de rogar, não hás de assanhar.
  • A quem lhe doer, sofra-se.
  • A quem lhe fala em alhos, responde com cebolas.
  • A quem lhes pedia a foice eles negavam a enxada.
  • A quem má fama tem, nem acompanhes, nem digas bem.
  • A quem madruga Deus ajuda.
  • A quem mais vive, mais coisas lhe acontecem de pesar.
  • A quem mal queiras, um rocim lhe vejas; e a quem mais mal, um par.
  • A quem mal vive, o medo o segue.
  • A quem matar teu pai, não lhe cries o filho.
    var] A quem matares o pai, não lhe cries o filho.
  • A quem medo hão, o seu logo lhe dão.
  • A quem mente, cai-lhe um dente.
  • A quem mordeu a cobra, guarde-se dela.
  • A quem muito dorme, dorme-lhe a fazenda.
  • A quem muito é permitido, convém que deseje pouco.
  • A quem muito pede, é dada uma recusa carinhosa.
  • A quem muito pode, de modo algum convém abusar.
  • A quem muito se abaixa (o. agacha), vê-se-lhe o rabo.
  • A quem muito se abaixa, a calva lhe aparece.
    var] A quem muito se abaixa, o rabo lhe aparece.
  • A quem muito tem que fazer, sempre sobra lazer.
  • A quem muito tem, dão-lhe mais.
  • A quem muito tem, mais se dá (o. dará).
  • A quem muito tememos, morto o queremos.
  • A quem nada deseja, nada (lhe) falta.
  • A quem nada tem, Deus o mantém.
    var] A quem nada tem, nada o espanta.
  • A quem nada tem, nada lhe falta.
  • A quem não crê verdades, dizem mentiras.
  • A quem não dávamos vida, de galochas vai à missa.
  • A quem não fala, Deus não o ouve.
  • A quem não gasta, o pouco (a)basta.
  • A quem não pede, não o ouve Deus.
  • A quem não se roga, não vá à boda.
  • A quem não sobeja pão, não crie cão.
    var] A quem não sobeja pão, não pode ter cão.
    var] A quem não sobeja pão, não sustenta (o. sustente) cão.
  • A quem não sobra pão, não crie cão.
  • A quem não tem fazenda, não peças peita.
  • A quem não traz bragas, costuras o matam.
  • A quem nasceu para ser pobre, o ouro se torna em cobre.
  • A quem nasceu para ser pobre, ouro vira cobre.
  • A quem nega cabe apresentar prova.
  • A quem o demo toma uma vez, sempre lhe fica o jeito.
  • A quem o demo tomou uma vez, sempre lhe fica um jeitinho.
    var] A quem o diabo tomou uma vez, sempre lhe fica o jeito.
  • A quem obra bem, não lhe faltam abonadores.
  • A quem os cálices não fizeram loquaz Cachaceiro não tem segredo.
  • A quem os deuses odeiam, fizeram professor.
  • A quem pede, será dado.
  • A quem pedir vinho, dá-lhe um tabefe.
  • A quem peneira e amassa, não furtes fogaça.
  • A quem pensar sempre que alguma infelicidade lhe pode acontecer, isso se torna um mal sem fim.
  • A quem perdeu a honra, para que salvará o que lhe resta
  • A quem pergunta com pressa deve ser dada resposta devagar.
  • A quem prometo, não falto.
  • A quem quebra a palavra, a ele também se quebra a palavra.
  • A quem quer bem, nada é difícil.
    var] A quem quer bem, nada (o) detém.
  • A quem quer Deus ajudar, o vento lhe apanha lenha.
  • A quem quer fazer alguma coisa sempre convém refletir.
  • A quem quer fazer mal, não lhe faltarão pretextos.
  • A quem quer mal ao vizinho, o seu vem pelo caminho.
  • A quem quer nada é difícil.
  • A quem quer não faltam meios.
  • A quem quer, nada é difícil.
  • A quem quer, não lhe faltam meios.
  • A quem sabe agradecer, há-se-lhe de saber dar.
  • A quem sabe e concorda não se faz injustiça nem dolo.
  • A quem sabe e concorda não se faz injustiça.
  • A quem sabe e quer não se faz injustiça.
  • A quem sabe esperar ensejo, tudo vem a seu tempo e desejo.
  • A quem sabe não faltam meios.
  • A quem sabe, uma única palavra não só basta, como até sobra.
  • A quem se concede o mais, entende-se que também se concede o menos.
  • A quem se faz mel, as moscas o comem.
  • A quem se faz ovelha, come-o o lobo.
  • A quem se muda Deus ajuda.
  • A quem se muda, Deus o ajuda.
  • A quem se odeia, deseja-se que morra.
  • A quem se proíbe o menos, muito mais se proíbe o mais.
  • A quem servir a carapuça, que a ponha (o. vista).
  • A quem sofre é difícil calar.
  • A quem tanto vê, um olho lhe basta.
  • A quem tarde se levanta, cedo anoitece.
  • A quem te der a cerda, dá-lhe uma perna.
  • A quem te der a pássara, dá-lhe uma asa.
  • A quem te enganou nas coisas pequenas, não lhe confies as grandes.
  • A quem te gabar a vila, gaba-lhe a cidade.
  • A quem tem cabeça, não lhe faltam carapuças.
  • A quem tem muito, dão-lhe mais.
  • A quem tem mulher formosa, castelo na fronteira, vinha na carreira, nunca lhe falta (o. faltará) canseira.
  • A quem tem sede a água lhe é mezinha.
  • A quem tem seu pão no forno, podemos dar do nosso.
  • A quem tem vida, a água fria (lhe) é mezinha.
  • A quem torto nasce, nenhum enfeite adorna.
  • A quem trabalha, Deus ajuda.
  • A quem trate com Deus, nada lhe falta.
  • A quem tudo quer saber, nada se lhe diz.
  • A quem tudo quer, nada se lhe dá.
  • A quem tudo te pode tirar, dá-lhe o que te pedir.
  • A quem vela, tudo se revela.
  • A quem Vênus indicará para rei do festim.
  • A quen Dios quiso bien, casa le dio en Jaén.
  • A quen millor escribe, caille un borrón.
  • A querela dos sábios termina em amor; o amor dos néscios termina em socos e coices.
  • A questão ainda está na rama.
  • A questão chegou aos triários.
  • À questão de direito respondem os juízes, à questão de fato respondem os jurados.
  • A questão está encerrada.
  • A questão foi trazida a juízo.
  • A questão não deve ser dirimida pelo meu arbítrio.
  • A questão para mim chegou à corda.
  • A question hâtée,
    Réponse pesée.
  • A question hâtés, réponse pensée.
    pt] A apressada pergunta, vagarosa resposta.
  • A question pressante, réponse pesée.
    it] A frettolosa domanda, tarda riposta.
  • A questo fiasco s'ha a bere.
  • A questo mondo bisogna essere incudine o martello.
  • A questo mondo bisogna o adattarsi, o arrabbiarsi, o disperarsi.
  • A questo mondo, chi nuota e chi va a fondo.
  • A qui a blé, on prête la farine.
  • A qui a de la chance, son coq pondra.
  • A qui a du blé on lui prête la farine.
  • A qui a faim, tout est pain.
    var] A la faim, il n'y a de mauvais pain.
    pt] Para a fome não há pão duro.
  • A qui a fait une maison, la bourse devient plate.
  • A qui a le deuil, s'il ayt au coeur.
  • A qui a oueilles et troupeau, ne manque toison laine ni peau.
  • A qui aide Dieu, nul ne peut nuire ni dommager.
  • A qui ça démange, qu'il se gratte.
  • A qui chante le mal, s'effraye et prend la fuite.
  • A qui défaut la puissance, subvienne l'art et science.
  • 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68 69 70 71 72 73 74 75 76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90 91 92 93 94 95 96 97 98 99 100 101 102 103 104 105 106 107 108 109 110 111 112 113 114 115 116 117 118 119 120 121 122 123 124 125 126 127 128 129 130 131 132 133 134 135 136 137 138 139 140 141 142 143 144 145 146 147 148 149 150 151 152 153 154 155 156 157 158 159 160 161 162 163 164 165 166 167 168 169 170 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 181 182 183 184 185 186 187 188 189 190 191 192 193 194 195 196 197 198 199 200 201 202 203 204 205 206 207 208 209 210 211 212 213 214 215 216 217 218 219 220 221 222 223 224 225 226 227 228 229 230 231 232 233 234 235 236 237 238 239 240 241 242 243 244 245 246 247 248 249 250 251 252 253 254 255 256 257 258 259 260 261 262 263 264 265 266 267 268 269 270 271 272 273 274 275 276 277 278 279 280 281

    B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
  • operone